TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

              

 

TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO

Você está sendo convidada(o) a participar da pesquisa "Avaliação prospectiva de manifestações neurológicas, saúde mental e qualidade de vida em uma coorte de pacientes após internação por COVID-19", por ter estado internado pelo novo coronavírus (SARS-Cov-2). O objetivo do estudo, cujo pesquisadores responsáveis são Luciane Kopittke, Fernando Anschau, Marina Londero e Luciane Nascimento Cruz, é estimar a incidência de manifestações neurológicas, saúde mental e qualidade de vida.

Após ler este TCLE, se você aceitar participar desta pesquisa, será necessário responder perguntas, através de um questionário digital ou pelo telefone, relativas às suas características pessoais e condições de saúde, incluindo questões sobre seu estado emocional e mental e qualidade de vida.  As perguntas deverão ser respondidas em quatro momentos (em até 07 dias depois que você saiu da internação, no 1º, 3º e 6º mês após o fim da sua internação).

Estes questionamentos poderão fazer você se sentir pressionado(a), invadido(a) em sua privacidade, ou constrangido(a), pela necessidade de fornecer informações periódicas sobre sua saúde e seu comportamento após internação hospitalar com COVID-19. Porém, você terá a liberdade de não fornecer tais informações, se recusar a participar ou de retirar seu consentimento, em qualquer momento da pesquisa, sem que haja qualquer prejuízo para você, inclusive em relação ao seu cuidado em saúde. A sua participação não implicará em prejuízos à sua saúde, ao seu atendimento de saúde ou representará qualquer custo financeiro.

Esta pesquisa trará como benefício a emissão de relatórios que fornecerão aos gestores de saúde dados para reorganizar os serviços para atendimento desta nova doença. Além disto, as perguntas relacionadas ao seu bem-estar emocional e neurológico permitem identificar a presença de níveis de sofrimento psíquico e problemas neurológicos, e assim, podem indicar a necessidade de uma avaliação mais detalhada por um médico ou psicólogo.

Os dados desta pesquisa serão divulgados a todos participantes, gestores e comunidade em geral, de maneira compreensível e acessível, sob a forma de relatórios direcionados aos participantes, artigos publicados em revistas da área da saúde pública e outras de interesse do enfrentamento da pandemia pelo COVID-19. Garantimos a manutenção do sigilo e privacidade das informações prestadas por você.

Se você concordar em participar desta pesquisa, por favor informe que leu e entendeu esse termo de consentimento (TCLE), concordando em ser um participante da pesquisa. Feito isso, receberá uma cópia deste documento, que poderá salvar e conservar em sua propriedade.

Caso você tenha dúvidas, poderá entrar em contato com os pesquisadores responsáveis pela pesquisa no  Grupo Hospitalar Conceição (Dra. Luciane Kopittke e Dr. Fernando Anschau) no telefone (51) 3357-2815,  no celular disponível 24h (51) 98359-3536, ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. ou com as pesquisadoras no Hospital Moinhos de Vento (Dra. Luciane Nascimento Cruz e Dra. Marina Londero) no telefone (51) 3537-8347, no celular disponível 24h (51) 99221-9890,  ou e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Também que, se houver dúvidas quanto a questões éticas, poderá entrar em contato com:

- Daniela Montano Wilhelms, Coordenadora-geral do Comitê de Ética em Pesquisa do GHC pelo telefone 3357-2813, endereço Av. Francisco Trein 326, Centro de Educação Tecnológica e Pesquisa em Saúde – CETPS (ESCOLA TÉCNICA GHC), Gerência de Ensino e Pesquisa, das 08h às 12h e das 14h:30min às 15:30h.

- Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Moinhos de Vento no endereço Rua Tiradentes, 198 subsolo, fone (51) 3314-3537 e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

AGENDA DE EVENTOS

   

 

 
 

 

   
   
   

 

 

 

 
   
   
   
   
   

Docentes - Curso Técnico em Enfermagem

logotecnicodeenfermagem1

DOCENTES PERMANENTES

 - Cecília Biasibetti Soster curriculolattes
 - Dinara Dornfeld (Coordenadora /RT Substituta)  curriculolattes
 - Fernanda Miranda Seixas Einloft  curriculolattes
 - Michele da Rosa Ferreira (Coordenadora / RT)  curriculolattes


DOCENTES CONVIDADOS 

 - Aline Zeller Branchi  curriculolattes
 - Desirée dos Santos Carvalho  curriculolattes
 - Fernando Anshau  curriculolattes
- João Celestino Trindade Quadros                          curriculolattes
- Luciane Berto Benedetti curriculolattes
 - Marisa Maggi Linhares Löw  curriculolattes
 - Silvani Botlender Severo  curriculolattes
 - Sofia Louise Santin Barilli  curriculolattes
 - Suzana Scheffer curriculolattes 

 

 

llI Simpósio de Saúde Planetária

Sobre o evento

 A Gerência de Ensino e Pesquisa do Grupo Hospitalar Conceição (GEP/GHC) em conjunto com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) promoverá nos dias 16 e 17 de dezembro o III Simpósio de Saúde Planetária de Porto Alegre. O objetivo do evento é proporcionar à comunidade científica discussões sobre questões ambientais e de saúde que afetam a sociedade e os sistemas naturais em que vivemos.

As mudanças climáticas já estão prejudicando a saúde de crianças no mundo todo e deve determinar o bem-estar da próxima geração, a menos que o mundo cumpra as metas do Acordo de Paris de limitar o aquecimento abaixo de 2 °C, de acordo com o novo relatório publicado na The Lancet. Na programação do evento terá o lançamento das Recomendações Políticas versão brasileira do Lancet Countdown 2019 que aborda quatro áreas essenciais: vulnerabilidade a doenças transmitidas por mosquitos, carvão, poluição do ar e emissões dos setores da saúde.

O evento contará com a participação de diversos profissionais e comunidade. Com temas envolvendo a saúde planetária local e global como: Mineração de Carvão de Porto Alegre, Poluição do Ar, Imperativo Ético e mudanças climáticas , Mídia e Saúde Planetária, Formação dos profissionais da saúde entre outros.

Este evento é apoiado por: WONCA Working Party on Environment, Pacto Alegre,Confederación Iberoamericana de Medicina Familiar, GT Salud y ambiente, Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Universidade de Caxias do Sul, Southern Brazilian Planetary Health Club e Associação Gaúcha de Medicina de Família e Comunidade.

Local

Rua Eng. Luiz Englert, 333, Prédio do Centro Cultural da UFRGS, Salão Jacarandá, Campus Centro, Porto Alegre-RS

Quando

16 à noite e 17 de dezembro

Inscrições gratuitas:

No local até atingir a capacidade máxima do espaço.

Instagram

@simposiosaudeplanetaria

 

 

Programação

16 Dezembro

19h Cerimônia de Abertura

19h30 Primeiro Prêmio de Saúde Planetária de Porto Alegre

19h45 Apresentação musical - Profa. Marília Stein e grupo

 

20h  Saúde Planetária e Mudança Climática - um Imperativo Ético?

Coordenação: Sérgio Sirena - Médico de Família e Comunidade do Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e coordenador de Pesquisa da Gerência de Ensino e Pesquisa do Grupo Hospitalar Conceição (GHC)  e Professor da Universidade de Caxias do Sul.

Palestrante: Jacqueline Ponzo - Médica de Família e Comunidade uruguaia e Presidente da Confederação Ibero-Americana de Medicina de Família, Região WONCA.

Palestrante: Ana Marchesan -  Promotora de Justiça no Estado do Rio Grande do Sul, com atuação na Promotoria Especializada do Meio Ambiente de Porto Alegre.

Palestrante: Marcelo Mosmann - Advogado. Membro da Clínica de Justiça Ecológica, projeto de extensão vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

21h-21h30 Debate

 

17 de Dezembro

8h30  Mega Mineração de Carvão em Porto Alegre, um estudo de caso em Saúde Planetária.

Coordenação: Profa Olga Falceto

Palestrante: Prof Rualdo Menegat - Professor do Departamento de Paleontologia e Estratigrafia do Instituto de Geociências da UFRGS, geólogo, Doutor em Ciências na área de Ecologia de Paisagem (UFRGS), Doutor Honoris Causa (UPAB, Peru). Assessor científico da National Geographic Brasil, membro da Cátedra da UNESCO/Unitwin,

Palestrante: Prof Carlos Dora -  Especialista em saúde global e políticas públicas, ex-Coordenador de Saúde e Meio ambiente da OMS, Genebra.

 9h20 PAINEL Mega Mineração de Carvão na Grande Porto Alegre

Coordenação: Profa Olga Falceto

Painelista: Carlos Augusto de Mello - Representante do Conselho Estadual de Saúde

Painelista: Vitor Fernandes de Alencastro e Silva - Formando em Engenharia Civil pela UFRGS. Morador do assentamento Apolônio de Carvalho

Painelista: Prof. Tarson Núñez - Historiador e professor do Programa de Pós Graduação em Planejamento Urbano e Regional - UFRGS

Painelista: Ana Baisch - Professora titular de farmacologia da Universidade Federal do Rio Grande - FURG e Coordenadora do Centro Regional de Estudos, Prevenção e Recuperação de Dependentes Químicos – CENPRE - FURG.

10h-10h30 Intervalo com Intervenção Artística do Artista Hélio Roberto Oliveira da Silva

10h30h Só temos uma casa: Lançamento do Relatório de Mudanças Climáticas - Lancet Countdown Brasil 2019

Palestrante: Mayara Floss - residente de Medicina de Família e Comunidade no Grupo Hospitalar Conceição. Autora das Recomendações políticas para os Brasileiros do Lancet Countdown. Coordenadora/Idealizadora do curso EAD de saúde planetária do TelessaúdeRS

10h50 Projeto Porto Ar Alegre 

Coordenação: Thiago Frank  - Diretor-Geral da Atenção Primária da Secretaria Municipal de Porto Alegre

Palestrante: Prof Luiz Carlos Pinto - Engenheiro Civil PhD em Civil Engineering/Bridge Maintenance (Leeds University/UK, 1998). Professor Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS),  Diretor da Escola de Engenharia (2012-2020),

Palestrante: Profa Olga Falceto -  Médica psiquiatra de famílias, crianças, adolescentes e adultos, pela Temple e Pennsylvania Universities e Psicoterapeuta sistêmica. Doutora em Clínica Médica, Docente Convidada do Dep de Psiquiatria da FAMED-UFRGS e coordenadora de ensino do Instituto da Família.

11h20 Debate das mesas Mega Mineração e Poluição do ar 

Moderador: Thiago Frank - Diretor-Geral da Atenção Primária da Secretaria Municipal de Porto Alegre

12h00 Almoço

14h PAINEL Ativismo e formação

Coordenação:  Mayara Floss

Palestrante: Southern Brazilian Planetary Health Club (SBPHC)

Palestrante: Prof. Enrique Barros -  Médico de família e professor da UCS. Presidente do GT Ambiental da Organização Mundial de Médicos de Família (WONCA).

Palestrante: Diogo Onofre de Souza -  Professor da FAMED-UFRGS, pesquisador de bioquímica e coordenador da PPG de Educação em Ciências/UFRGS, membro titular da Academia Brasileira de Ciências, Bolsista de Produtividade em Pesquisa CNPq 1A.

 14h40 O Estudo de Caso de Salvador: Benefícios da ação climática para a saúde

Palestrante: Dra Nelzair Vianna - Pesquisadora em Saúde Pública da FIOCRUZ Bahia. Doutorado em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), especialista em Poluição do Ar e Saúde Humana pela USP e graduação em Farmácia e Bioquímica pela UFBA.

15h  Lançamento do Curso EAD de saúde planetária do TelessaúdeRS

Coordenação:  Prof Airton Stein

Palestrante: Marcelo Gonçalves - Médico de família e comunidade, professor do Depto de Medicina Social da Faculdade de Medicina e professor do PPG Epidemiologia UFRGS. Chefe do Serviço de Atenção Primária à Saúde do HCPA e Vice coordenador do TelessaúdeRS.

Palestrante: Carlos Augusto Ilgenfritz - Residente em Medicina de Família e Comunidade pelo Grupo Hospitalar Conceição (GHC) e coordenador/idealizador do Curso EAD de saúde planetária do TelessaúdeRS.

15h30 Debate painéis e palestras: Saúde Planetária e formação

Moderador: Enrique Barros

16h10-16h40 Intervalo

16h40 Saúde Planetária e Mídia

Coordenação: Mayara Floss

Palestrante: Camila Vescovi - Médica de Família e Comunidade no Unimed Personal Vitória - ES, Professora de Saúde, Sociedade e Gestão na Faculdade Multivix, Coordenadora do Grupo de Trabalho de Saúde Planetária e membro da Associação Capixaba de MFC.

Palestrante: Airton Stein - Professor titular de saúde coletiva da Ufcspa e médico de família e comunidade do Grupo Hospitalar Conceição

Palestrante: Silvia Marcuzzo - Jornalista, pós-graduada em coordenação de grupos (SBDG), consultora e articuladora para ações de sustentabilidade socioambiental. Articuladora do coletivo POA INquieta Sustentável.

17h20- Debate Mídia e Saúde Planetária

Coordenação: Mayara Floss

 18h00- Elaboração Carta de Porto Alegre e encerramento

Coordenação: Sérgio Sirena

Normativa sobre atestado de acompanhamento de familiar enfermo

Os residentes terão direito a apresentar atestados de acompanhamento de familiares enfermos nas seguintes situações (Conforme ata de COREMU de 25/09/18).

Os atestados de saúde devem ser entregues através do Sistema Workflow (anexados ou fotografados), sempre em folha timbrada.

Nos casos de acompanhamento de filho:

- 1 turno de atestado por mês para acompanhamento em consulta (neste caso, serão aceitos comprovantes de quaisquer profissionais da saúde).

- Até 4 dias por mês em casos de internação ou doença infectocontagiosa.

 
Nos casos de acompanhamento de pais idosos (a partir de 60 anos):

- 1 turno de atestado por mês para acompanhamento em consulta (neste caso, serão aceitos comprovantes de quaisquer profissionais da saúde).

- Até 4 dias de acompanhamento em caso de internação ou situação que exija acompanhamento mediante solicitação médica.

 
Os atestados de acompanhamento de consulta deverão conter:

a. Data do atendimento

b. Nome e registro profissional de quem realizou o atendimento

c. Carimbo do profissional que realizou o atendimento

d. Assinatura do profissional que realizou o atendimento

e. Horário de início e de término do atendimento

f. Nome do residente (como acompanhante) e do familiar que realizou a consulta.

 
Os casos de internação, serão comprovados através de documento hospitalar comprobatório da mesma.


Os casos de doença infectocontagiosa, devem conter no atestado, além dos itens acima citados, o CID do familiar que realizou a consulta.


Os casos de situação que exijam acompanhamento (para pais idosos), devem ser comprovados através da apresentação de documento médico que demonstre a necessidade de acompanhante, contendo:

a. Data

b. Nome e registro profissional de quem presta o atendimento

c. Carimbo do profissional que presta o atendimento

d. Assinatura do profissional que presta o atendimento

e. Nome do residente (como acompanhante) e do familiar que realizou a consulta

f. Número de dias necessários para o acompanhamento (observando o limite máximo de 4 dias).


ATENÇÃO:

- Atestados de saúde não abonam faltas em espaços teóricos, devendo o residente organizar sua carga horária de forma a não exceder o número de faltas possíveis em cada espaço teórico (Integrado, Programa, Campo ou Núcleo).

- É de responsabilidade do residente a entrega dos atestados em até 48 horas após o afastamento ou consulta.

- É responsabilidade do preceptor de referência revisar o documento antes de dar sua ciência do mesmo, sendo co-responsável pelas informações.

Orientações para submissão de relatos de casos clínicos

COMITÊ DE ÉTICA EM PESQUISA GHC

ORIENTAÇÕES PARA SUBMISSÃO DE RELATOS DE CASOS CLÍNICOS

Em cumprimento da Carta Circular nº 166/18 CONEP/SECNS/MS, todos os relatos de casos clínicos desenvolvidos no âmbito do GHC devem ser avaliados pelo Comitê de Ética em Pesquisa previamente a sua publicitação, seja em apresentações em congressos e eventos ou em revista científica.

A submissão é via Plataforma Brasil conforme orientações da carta circular em anexo/link abaixo. Adicionalmente o pesquisador deverá anexar uma carta de apresentação contendo o título do relato de caso, autores, justificativa para realização, forma e local de apresentação ou publicação.

 

Carta Circular nº 166 - Relato de Caso

Normativa sobre Liberação para Eventos

O residente tem direito de receber liberação de até 15 dias, por ano, para eventos científicos em área de formação ou especialização, mediante autorização da preceptoria de núcleo, observando os prazos:

- Eventos com até dois dias: realizar o pedido com até 15 dias de antecedência;

- Eventos com mais de dois dias: realizar o pedido com até 30 dias de antecedência;

- Após evento, o residente tem até 30 dias para entregar, através do Sistema Workflow, uma cópia do certificado (ou declaração) que comprove participação no evento.

A liberação para eventos não será cumulativa de um ano para o outro.

Cada Programa tem autonomia para realizar as liberações aos residentes, bem como pactuar eventos que possam não descontar dos 15 dias anuais previstos.

O pedido de liberação para eventos deve ser realizado nos prazos estabelecidos no Regimento Interno. Pedidos realizados fora do prazo correm o risco de não serem aprovados. Caso o residente participe do evento antes da liberação ocorrer, precisará integralizar a carga horária, conforme pactuação com a preceptoria e supervisão do Programa.

Pedidos de liberação para eventos em dias de atividades teóricas não abonam as faltas nesses espaços, apenas justificam as mesmas, cabendo ao residente a organização em relação às faltas.

Pedidos de liberação para eventos em dias de atividades obrigatórias da RMS (como apresentação de TCR, seminários de avaliação do Programa) não serão autorizados.

Ao solicitar a liberação, o residente poderá solicitar, ainda, dias de deslocamento, em casos de eventos fora da cidade. Ressalta-se que, neste caso, os dias de deslocamento são descontados do montante de 15 dias anuais aos quais o residente tem direito.

Pedidos que incluam finais de semana e feriados, terão estes dias igualmente descontados da totalidade de 15 dias ao ano.

A solicitação de liberação para eventos e a entrega de certificado de participação devem ser realizadas através do Sistema Workflow. 

Normativa sobre Liberação para Eventos

O residente tem direito de receber liberação de até 15 dias, por ano, para eventos científicos em área de formação ou especialização, mediante autorização da preceptoria de núcleo, observando os prazos:

- Eventos com até dois dias: realizar o pedido com até 15 dias de antecedência;

- Eventos com mais de dois dias: realizar o pedido com até 30 dias de antecedência;

- Após evento, o residente tem até 30 dias para entregar, através do Sistema Workflow, uma cópia do certificado (ou declaração) que comprove participação no evento.

A liberação para eventos não será cumulativa de um ano para o outro.

Cada Programa tem autonomia para realizar as liberações aos residentes, bem como pactuar eventos que possam não descontar dos 15 dias anuais previstos.

O pedido de liberação para eventos deve ser realizado nos prazos estabelecidos no Regimento Interno. Pedidos realizados fora do prazo correm o risco de não serem aprovados. Caso o residente participe do evento antes da liberação ocorrer, precisará integralizar a carga horária, conforme pactuação com a preceptoria e supervisão do Programa.

Pedidos de liberação para eventos em dias de atividades obrigatórias da RMS (como apresentação de TCR, seminários de avaliação do Programa) não serão autorizados. Pedidos de liberação para eventos em dias de atividades teóricas não abonam as faltas nesses espaços, apenas justificam as mesmas, cabendo ao residente a organização em relação às faltas.

A liberação para eventos acontece nos dias da programação do mesmo. Caso o evento aconteça em dias que incluam sábados e feriados, os residentes terão estes dias igualmente descontados da totalidade de 15 dias ao ano. Os domingos não são descontados dos dias de evento.

É de responsabilidade do residente a organização suas atividades junto à equipe em que está inserido, de forma a não prejudicar a assistência durantes os dias de participação em eventos.

SOBRE DESLOCAMENTO: Ao solicitar a liberação, o residente poderá solicitar dias de deslocamento, em casos de eventos fora da cidade, desde que a distância da cidade do evento e o horário de início do mesmo exija este tempo para deslocamento. Os dias de deslocamento se referem ao dia anterior e ao dia posterior ao evento, nos casos de necessidade em função da distância. Nos casos de evento que iniciam à noite, conforme a distância da cidade do evento, o deslocamento será liberado para os turnos antecedentes (manhã e tarde, conforme necessidade). Ressalta-se que os dias de deslocamento são descontados do montante de 15 dias anuais aos quais o residente tem direito.

A solicitação de liberação para eventos e a entrega de certificado de participação devem ser realizadas através do Sistema Workflow.

Contato

  • Fone: (51) 3357-2800
  • E-mail: ensinoepesquisa@ghc.com.br

Localização

- Mantenedora: Av. Francisco Trein, 326
- Bairro Cristo Redentor
Porto Alegre - RS - CEP 91.350-200

 

Horário de funcionamento

Mantenedora Seg a Sex 7h às 17h 30min
Estágios Seg a Sex 8h às 17h
Escola Seg a Sex 7h às 17h 30min
Mestrado Seg a Sex 7h às 17h 30min
Residência Multprofissional Seg a Sex 7h às 17h 30min
Pesquisa Seg a Sex 7h às 17h 30min
FaCS-GHC  Seg a Sex 7h às 22h 30min
login